sábado, 13 de janeiro de 2018

POLÍCIA CIVIL APREENDE PETECAS DE PASTA DE COCAÍNA APÓS DENÚNCIA ANÔNIMA EM BELÉM

A Polícia Civil apreendeu, nesta quarta-feira, 10, após denúncia anônima, no bairro da Marambaia, em Belém, 156 petecas de pasta de cocaína, solução de bateria, tesoura, sacos plásticos, balde e produtos usados para confecção de drogas. Entre os produtos, a substância conhecida como barrilha usada no refino da droga. 

DROGAS APREENDIDAS
A apreensão foi realizada por policiais civis da Seccional Urbana da Marambaia, sob comando do delegado Pery Netto. No local, ninguém foi encontrado. A apreensão ocorreu em uma casa localizada na Invasão da Cosanpa, na Passagem Nova Jerusalém. 

Segundo o delegado, a denúncia era de que a residência de madeira pintada de cal, sem número, era usada para guardar uma quantidade de drogas. Os policiais civis foram ao endereço e ali apreenderam as drogas e demais materiais usados no tráfico de drogas. "Um inquérito policial foi instaurado para apuração dos fatos e identificação do autor e dono das drogas", explica o delegado.

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR RECUPERAM MOTOS ROUBADAS EM RURÓPOLIS

Ações integradas realizadas pelas Polícias Civil e Militar resultaram, no mês de dezembro de 2017, em Rurópolis, sudoeste paraense, na recuperação de sete motos furtadas na região. O balanço foi divulgado, nesta quarta-feira, 10, como parte das operações conjuntas desenvolvidas para combate aos crimes na região. Entre os furtos de motos registrados no município, explica o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Unidade Integrada Propaz (UIPP), a mais recente recuperação foi realizada no primeiro dia de 2018, quando policiais civis e militares da cidade vizinha de Medicilândia localizaram e apreenderam uma motocicleta modelo Honda NXR 160, de placa QDW0261/PA preta. 

Moto recuperada

O veículo havia sido roubado, em 30 de setembro do ano passado, em Rurópolis. Segundo o delegado, a moto foi encontrada estacionada na via pública do município. O veículo foi levado para a Delegacia de Medicilândia. Durante pesquisa nos bancos de dados, os policiais encontraram o boletim de ocorrência registrado pelo dono da moto em Rurópolis. 

Assim que tomou conhecimento da recuperação da moto, Leo Schommer, proprietário do veículo, foi até a Delegacia de Medicilândia, no último dia 3. Após as formalidades legais lavradas pelo delegado Vitor Juaçaba Matos e escrivão Marcelo Eduardo do Nascimento Santos, ele recebeu o veículo de volta. Depois, ele seguiu até Rurópolis, para apresentar os documentos de recuperação da moto e também para agradecer à equipe de policiais civis deste município pelo trabalho integrado e de inteligência desenvolvido junto aos policiais de outros municípios.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE AGRESSÕES FÍSICAS CONTRA EX-COMPANHEIRA EM CASTANHAL

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), de Castanhal, nordeste paraense, cumpriu, nesta terça-feira, 09, o mandado judicial expedido contra Armando Rocha, pelos crimes de ameaça e lesão corporal contra a ex-companheira. Segundo a delegada Ana Paula Chaves, titular da DEAM do município, Armando Rocha agrediu também a mãe da vítima. As agressões contra Aline da Silva ocorrem desde o mês de dezembro do ano passado. 


De acordo com a delegada, o acusado chegou a agredir fisicamente Aline da Silva por duas vezes. "A vítima chegou a ficar com lesões no rosto e teve que ser socorrida. Foi necessário dar pontos para cessar o sangramento", explica a delegada. Durante a última agressão, o acusado também agrediu fisicamente a mãe de Aline, deixando a vítima com lesões no rosto. 

Após agredir a ex-companheira, Armando Rocha abandonou a casa onde morava e fugiu para o município de Igarapé-Açu, nordeste do Estado. "Nesta terça-feira, o acusado foi localizado e preso pela equipe da DEAM", relata a delegada. Armando Rocha foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), de Castanhal, para realizar exames periciais. Depois, ele foi transferido para o Centro de Recuperação Regional (CRCast), onde ficará recolhido à recolhido disposição da justiça.

POLÍCIA CIVIL RESGATA ADOLESCENTE QUE ESTAVA DESAPARECIDA EM SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA

As Polícias Civil e Militar localizaram, nesta quarta-feira, 10, uma adolescente, de 13 anos, que estava desaparecida há uma semana. A menina foi localizada no município de São Sebastião da Boa Vista, na ilha do Marajó, durante operação coordenada pela Superintendência Regional do Baixo-Tocantins, sediada em Abaetetuba. Segundo a mãe da adolescente, a filha teria sido levada para a cidade marajoara por um homem desconhecido. 

MENOR FOI RESGATADA
A menor foi pega na porta da escola onde estudava em Abaetetuba. De acordo com o delegado Arthur Afonso Nobre, o homem desconhecido teria levado a adolescente em um carro particular e se deslocado em direção à cidade de Abaetetuba. Os policiais civis iniciaram as investigações. Segundo o delegado, a menina foi localizada na ilha do Marajó. 

"As investigações continuaram e os agentes encontraram a adolescente no município de São Sebastião de Boa Vista", relata o delegado. A adolescente foi encaminhada para Conselho Tutelar da cidade de Abaetetuba para ser entregue à sua família. A operação contou com a ajuda de policiiais civis de São Sebastião de Boa Vista, do Conselho tutelar da cidade de Abaetetuba e da Polícia Militar de São Sebastião da Boa Vista.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADOS DE INTEGRAR ASSOCIAÇÃO DE TRAFICANTES DE DROGAS EM PORTEL

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 11, dois integrantes de uma associação para o tráfico de drogas, no município de Portel, na ilha do Marajó. Os dois acusados foram identificados como Benedito Barbosa Arruda e Amarildo Machado de Carmo, conhecido pelo apelido de "Codó". Com a dupla, foram apreendidas 11 petecas de maconha. Segundo o delegado Paulo Junqueira, titular da Delegacia de Portel, os dois acusados são integrantes de uma associação de traficantes de drogas. 


Outros dois integrantes do mesmo grupo - Aldenildo Machado do Carmo, de apelido Chiquinho, e Alessandro Brabo Dias - foram presos, no dia anterior, com 30 petecas de "crack", 200 gramas de maconha prensada, uma quantia de R$ 48 em notas trocadas de R$ 2 e ainda um telefone celular. 

Durante a prisão de Benedito Barbosa e Amarildo Machado, os agentes apreenderam mais 11 petecas de maconha. Os dois foram autuados pelo crime de tráfico de drogas e ficarão recolhidos à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL JÁ CONTA COM UMA ASSISTENTE SOCIAL NA DELEGACIA DA MULHER DE ITAITUBA

A Polícia Civil já conta com uma assistente social para prestar atendimento de mediação de conflitos de forma gratuita à comunidade atendida na sede da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Itaituba, no sudoeste paraense. A medida é resultado da reunião realizada na Coordenação de Políticas Públicas das Mulheres de Itaituba, ocorrida na última terça-feira, dia 9. 

DELEGACIA DA MULHER DE ITAITUBA
A reunião contou com as presenças da delegada titular da DEAM de Itaituba, Leilane Reis, e de representantes de outras instituições da rede de defesa dos direitos das mulheres. Foi designada, pela Prefeitura de Itaituba, a assistente social Raimunda Maria Oliveira da Silva, que vai atuar, duas vezes por semana, na Delegacia da Mulher de Itaituba. Ela vai atender às terças-feiras e às quintas-feiras, de 8 horas da manhã às 14 horas. 

A delegada explica que caso os delegados de plantão e expediente necessitem dos atendimentos dela podem encaminhar os casos para a DEAM. Para a delegada, a presença da assistente social na Delegacia representa mais uma conquista para a cidade de Itaituba, em especial, para as vítimas de violência doméstica.

POLÍCIA CIVIL PRENDE EM CAPITÃO POÇO ENVOLVIDOS EM ASSALTOS A BANCOS NO PARÁ E NO MARANHÃO

Policiais civis do Pará e Maranhão deflagraram, nesta sexta-feira, 12, uma operação para prender acusados de integrar uma associação criminosa envolvida em roubos a bancos, no município de Capitão Poço, nordeste paraense. Ao todo, oito pessoas foram presas acusadas de estarem envolvidas em roubos na modalidade conhecida como "vapor", na qual os assaltantes chegam ao município atirando, fazem reféns, invadem o banco e depois fogem rapidamente. Dentre os presos, seis foram presos com mandado judicial de prisão. Um deles é um policial militar do Pará lotado em Capitão Poço. 

PRESOS TRANSFERIDOS PARA BELÉM
Os outros dois foram presos em flagrante com drogas e armas ilegais durante a ação policial. Sob coordenação da Polícia Civil do Pará e do Maranhão, a ação policial contou com policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), sob coordenação do delegado-geral Rilmar Firmino, e do delegado Claudio Galeno, diretor de Polícia Especializada, e policiais civis da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) da Polícia Civil maranhense. Com os presos, armas, drogas e roupas camufladas usadas nos crimes foram apreendidas. 

As informações sobre as investigações e prisões foram prestadas pelos delegados Fausto Bulcão e Arthur Braga, durante entrevista coletiva, na Delegacia-Geral, em Belém. Cinco dos oito presos foram conduzidos para a sede da Polícia Civil na capital paraense e depois foram conduzidos ao Sistema Penitenciário. O policial militar preso foi transferido para o presídio Anastácio das Neves em Santa Izabel do Pará. Outros dois presos, que foram flagrados com armas e drogas, foram autuados em flagrante, na Unidade Integrada de Capitão Poço, por porte ilegal de armas e tráfico, e ficaram no município à disposição da Justiça. 

As prisões são resultado das investigações iniciadas após dois roubos a bancos cometidos pelo mesmo grupo de assaltantes. Um dos roubos ocorreu em 30 de outubro do ano passado, em Capitão Poço, quando bandidos atacaram a agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) usando explosivos. O outro assalto ocorreu em Zé Doca, no interior do Maranhão, na madrugada do último dia 4, quando bandidos usaram também explosivos para explodir um cofre e assaltar a agência do Banco do Brasil local. 

Segundo o delegado Arthur Braga, o ponto que levou à identificação do policial militar foi um carregador de pistola encontrado pela Polícia, em Zé Doca, no Maranhão, após o assalto ao banco no município. Nesse assalto, explica o delegado, foi usado um carro que havia sido roubado em Irituia, cidade próxima à Capitão Poço. As investigações continuam para chegar ao paradeiro de outros envolvidos nos crimes.

POLÍCIA CIVIL DIVULGA IMAGEM DE AUTORES DA MORTE DE MECÂNICO EM BELÉM

A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira, 12, as imagens da dupla responsável pelo latrocínio (roubo seguido de morte) do mecânico Evandro Coutinho Espinoza Margalho, de 48 anos, morto a tiros, no início da tarde da última quarta-feira, dia 10, na rua Esperanto, bairro da Marambaia, em Belém. Nas imagens, é possível ver os autores do crime em uma moto no momento em que chegam ao local onde a vítima foi morta. 

SUSPEITOS DO CRIME: DENÚNCIAS NO FONE 181
As investigações são presididas pela equipe de policiais civis da Seccional Urbana da Marambaia. Segundo o delegado Pery Netto, diretor da Seccional, a equipe policial já ouviu diversos depoimentos de testemunhas, mas até o momento, os suspeitos do crime não foram identificados. 

No decorrer da investigação, foi possível obter imagens de câmeras de monitoramento. Em um delas, pode ser visto, de forma nítida, o piloto da moto e o garupa, que é o autor dos disparos. A imagem é de uma rua às proximidades da oficina. 

DENÚNCIAS Quem souber informações que ajudem a identificar os autores do crime deve telefonar para o número 181, o Disque Denúncia da Secretaria de Segurança Pública. A ligação é sigilosa.

POLÍCIA CIVIL PRENDE INTEGRANTES DE ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA RESPONSÁVEL POR ASSALTOS EM IGARAPÉ-MIRI

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira, 12, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, Leonaldo Martins Machado, e Joelso de Souza Lobato, acusados de integrar uma associação criminosa responsável por vários assaltos ocorridos na rodovia PA 151, trecho da localidade de Meruú, em Igarapé-Miri, nordeste do Estado. Segundo o delegado Alexandre Rebelo Clós, superintendente regional do Baixo-Tocantins em exercício e coordenador da operação, os dois foram presos durante operação em que dois mandados judiciais foram cumpridos. Um deles de busca e apreensão domiciliar e o outro de prisão preventiva contra Leonaldo Martins. 

Apreensões
APREENSÕES
As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz de Direito Lauro Alexandrino Santos, da Comarca do município de Abaetetuba. De acordo com o delegado, o acusado Leonaldo Martins é apontado como o líder da associação criminosa que assaltava diversos viajantes da rodovia PA 151, que faz ligação do município de Igarapé-Miri até as cidades de Mocajuba, Cametá e Baião, no nordeste do Estado. O delegado explica que os criminosos agiam armados com arma de fogo e terçados. 

"Eles usavam troncos de árvores e outros objetos para bloquear a estrada. Após a parada forçada dos veículos, o grupo cercava os viajantes e, por meio da violência, roubava os objetos das vítimas. O grupo era composto por cerca de cinco integrantes. A estratégia da associação criminosa era impedir a passagem das vítimas para cometer os assaltos", relata o delegado. Na residência de Leonaldo Martins, foi cumprido um mandado de busca e apreensão, porém nada ilegal foi apreendido. 

Mais apreensões
OUTROS OBJETOS APREENDIDOS
Já na casa de outro integrante do grupo, identificado como Adeilton Ferreira de Melo, os policiais civis apreenderam seis armas caseiras. Segundo o delegado, o acusado Adeilton Ferreira fugiu do local antes da chegada dos policiais. Os agentes policiais deram continuidade às investigações e localizaram outro membro da associação criminosa. Joelso de Souza foi preso em flagrante. "Com o acusado, foi encontrada uma arma de fogo", ressalta o delegado. Leonaldo Martins e Joelso de Souza já estão recolhidos à disposição da Justiça.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

POLÍCIA CIVIL PARTICIPA DE REUNIÃO NA COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES EM ITAITUBA

A Polícia Civil esteve presente, nesta terça-feira, 9, em reunião realizada na Coordenação de Políticas Públicas das Mulheres, em Itaituba, sudoeste do Pará. Representada pela delegada Leilane Reis, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), a corporação policial participou ativamente das discussões sobre ações voltadas ao combate à violência contra a mulher e aos direitos violadas das vítimas.


Na ocasião, foram apresentadas pela titular da Coordenação, a professora Antonieta Lima, as ações desenvolvidas em 2017 e as metas para o ano em curso. Entre as metas estão políticas voltadas para a proteção, aplicação da Lei Maria da Penha e incentivos profissionais e psicológicos para as mulheres em situação de vulnerabilidade. 

Estiveram ainda presentes no encontro representantes do Ministério Público do Estado e da Defensoria Pública do Estado. Pela DEAM, estiveram também presentes a investigadora Valéria e o investigador Sena.

POLÍCIA CIVIL PRENDE TRÊS ACUSADOS DE NEGOCIAR VEÍCULOS ROUBADOS EM SITE NA INTERNET

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta terça-feira, 9, três homens acusados de envolvimento em um esquema de compra e venda de veículos roubados na Internet por meio do portal OLX. Vinicius de Oliveira da Costa, Wellington Gabriel Pinheiro Leal e Diego José Lobato Pinheiro foram autuados em flagrante pelo crime de receptação de duas motos e de um carro com registro de roubo. As prisões foram realizadas no bairro de São Brás, em Belém. 

Carro roubado era negociado no OLX
CARRO ROUBADO ERA NEGOCIADO NO OLX
Segundo o delegado Thiago Dias, da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFVA), unidade policial vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), as investigações iniciaram depois que uma das vítimas denunciou que a moto de sua propriedade que havia sido roubada estava sendo negociada no portal. 

MOTO ROUBADA FOI RECUPERADA
Conforme o delegado, as investigações sobre esse tipo de prática são constantes, pois existem casos semelhantes de veículos irregulares postos à venda no portal. Cada um dos acusados foi detido em locais diferentes enquanto negociavam os veículos. O OLX não é responsável pela mercadoria anunciada apenas abre o espaço para anúncios. Quem faz o anúncio é a pessoa. Os veículos anunciados foram recuperados. 

Em depoimento, os presos negam que sabiam que os veículos eram roubados. Diego José alega que estava anunciando uma moto ao preço de R$ 2,1 mil no site OLX. Ele afirma ter comprado a mesma moto no OLX ao preço de R$ 1.750. Ele alega que chegou a fazer uma pesquisa sobre a placa da moto e, segundo ele, o veículo estava como regular. 

POLÍCIA CIVIL AUMENTA NÚMERO DE ATENDIMENTOS À COMUNIDADE EM 2017

O número de atendimentos realizados pela Assessoria de Relações Interinstitucionais (ARIN), da Polícia Civil do Pará, duplicou no ano passado em comparação com o ano de 2016. Os dados foram divulgados, nesta sexta-feira, dia 05. De acordo com o balanço anual realizado pela Assessoria, no ano de 2016 foram efetuados 9.062 atendimentos. Já no ano de 2017, foram realizados 22.309, o que representa um aumento de mais de 146% no número de pessoas atendidas. Os dados mostram que o serviço mais solicitado, no ano de 2017, foi o de emissão de Carteira de Identidade. No total, 4.518 cédulas de identidade foram emitidas em todo o Estado. 


A ARIN é o setor responsável em atuar de forma integrada com a comunidade e instituições públicas e privadas. A Assessoria presta serviços como campanhas educativas, ações de cidadania, além de participar e coordenar cursos, palestras e oficinas, em Belém, região metropolitana e interior do Estado. O segundo serviço mais solicitado, no ano passado, foi o de encaminhamentos para outros serviços, como emissão de carteira de trabalho e atendimento na rede pública de saúde, com um total de 1.573 solicitações. 

EMISSÃO DE CARTEIRA DE IDENTIDADE NA ARIN
Em seguida, os encaminhamentos para emissão de 2ª via de certidões em geral, como a de nascimento, que registraram 1.082 atendimentos. Uma das pessoas beneficiadas pelos serviços prestados pela Assessoria é o administrador de empresas Daniel da Costa, de 33 anos, morador em Belém. Para ele, os serviços da ARIN facilitaram o processo de emissão de seu Registro Geral (RG). 
DANIEL DA COSTA
Daniel da Costa estava sem a carteira de identidade e quando precisava de um documento de identificação recorria à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), a popular Carteira de Motorista. "Passei 4 anos sem o documento de identidade. Por incrível que pareça, no decorrer de todo esse período, não tinha tempo para solicitar uma nova. Fiquei muito grato com os serviços prestados pela Assessoria, que me ajudou a resolver esse problema", conta o administrador. 

CLAYTON OLIVEIRA
Clayton Oliveira, integrante da Associação Bom Samaritano, de igreja da Assembleia de Deus, presta serviços para a comunidade de São João da Ponta, nordeste paraense. Ele ajuda moradores do município a conseguirem os documentos necessários. "Pelo menos uma vez na semana, venho acompanhar alguns moradores de São João da Ponta para solicitar algum documento na ARIN", explica. Clayton Oliveira relata que sempre busca marcar um horário com antecedência na ARIN. "Somos sempre muito bem atendidos aqui", salienta. 

ROSALINA MESTRIC
Uma das pessoas que contou com a ajuda da Associação Bom Samaritano foi a aposentada Rosalina Mestric, de 62 anos, que tem dupla nacionalidade. Paraense de nascimento, Rosalina Mestric comenta que reside em Nova Iorque, nos Estados Unidos há 39 anos, e não tinha conseguido solicitar a carteira de identidade americana. 

"Em Nova Iorque, conseguir tirar os demais documentos, menos a cédula de identidade. Cheguei aqui no Pará no dia 1º e precisava emitir a minha Carteira de Identidade. Com a ajuda do Clayton, conseguir agendar um horário aqui na ARIN. Além de resolverem o meu caso, fui muito bem recebida e atendida", conta Rosalina Mestric. 

LUIZ MONTEIRO JUNIOR
Luiz Monteiro Junior, titular da ARIN, explica que para as comunidades do interior do Estado realizarem o atendimento no órgão é necessário que a associação comunitária que representa a comunidade tenha um cadastro na ARIN. 

Além das emissões de carteira de identidade, os usuários podem ser encaminhados para o atendimento direto em alguns Cartórios de Registro Civil para realizarem a emissão da 2ª via de Certidões com isenção ou desconto nas taxas de serviços. "A isenção ou o desconto nos serviços prestados faz com que alcancemos um público de baixa renda e sem condições de efetuar o pagamento exigido nos demais postos", explica. Atualmente, mais de 120 associações comunitárias estão cadastradas na ARIN. 

SERVIÇO A Assessoria de Relações Interinstitucionais (ARIN) fica localizada no bloco C, da Delegacia-Geral da Policia Civil, situada na Avenida Governador Magalhães Barata, nº 209, entre Travessa 14 de Março e Avenida Alcindo Cacela, no bairro de Nazaré, em Belém. A ARIN funciona de 8 horas da manhã às 18 horas, de segunda à sexta-feira. O telefone da ARIN é 4006-9041 e o e-mail é arinpcpa@gmail.com

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

POLÍCIA CIVIL JÁ CONTA COM NOVA DELEGACIA DE POLÍCIA NO MUNICÍPIO DE PEIXE-BOI

A Polícia Civil já conta com uma nova estrutura em Peixe-Boi, nordeste paraense. Neste sábado, 6, o delegado-geral, Rilmar Firmino, e o secretário de Segurança Pública do Estado, Jeannot Jansen, acompanhados do diretor de Polícia do Interior da Polícia Civil, delegado Silvio Maués, de delegados da região Bragantina e de representantes da comunidade local, visitaram as novas instalações da Delegacia de Polícia do município. O prédio passou por uma reforma total com ampliação em suas dependências, um investimento superior a R$ 336 mil, e ficou completamente revitalizado para oferecer maior conforto e comodidade para atender à sociedade e para que os policiais civis desenvolvam um atendimento ao público cada vez melhor.


DELEGADO-GERAL RILMAR FIRMINO E SECRETÁRIO JEANNOT JANSEN EM VISITA



Com uma população superior a 7,8 mil habitantes, Peixe-Boi está localizado a cerca de 150 quilômetros de Belém. O vereador e morador no município, Adriano Oliveira, elogiou a atenção que tem sido dada pelo Governo do Estado à cidade. "A gente só tem mesmo que agradecer ao Governo do Estado por essa obra brilhante no município", festeja. Após conhecer a nova estrutura da Delegacia, o vereador observou que a qualidade da obra". "Foi um prédio feito com qualidade para que quem for trabalhar aqui, trabalhe com carinho. É o que a sociedade de bem espera da Polícia Civil", afirma. 

A unidade policial, que estava em condições estruturais precárias, agora, passa a contar com novas salas para registro de ocorrências, sala do Delegado titular, alojamento, celas para presos provisórios, copa, estacionamento interno, cartório e área de espera. Localizada na Rua Manoel Herculano com Travessa Armando Rodrigues, no bairro Centro, ao lado do Fórum Judiciário, a Delegacia foi praticamente reconstruída. "A melhora foi exponencial, pois o prédio da Delegacia ficava em uma casa alugada, onde dávamos toda a atenção à população. Com um prédio novo, o cidadão vai ser atendido com mais dignidade. Vai melhorar tanto para o cidadão quanto para os policiais civis que trabalham nessa Delegacia", festeja o delegado Marcelo Mendes, titular da Delegacia de Peixe-Boi.


VEJA A SEGUIR, AS NOVAS INSTALAÇÕES DA DELEGACIA DE PEIXE-BOI:
ÁREA DE ESTACIONAMENTO DO PRÉDIO
PLACA DA FACHADA
LATERAL
SALA DE REGISTRO DE OCORRÊNCIAS
RECEPÇÃO
SALA DO DELEGADO
ENTRADA DA SALA DO DELEGADO
CARTÓRIO


ALOJAMENTO
COPA/ COZINHA
O secretário Jeannot Jansen ressaltou os investimentos que estão sendo realizados mesmo com a crise econômica instalada no país. Ele explica que a realização de tantas obras só é possível porque o Governo não gasta acima do que arrecada. "Vivemos com o que arrecadamos e o que vimos aqui (em Peixe-Boi com a nova Delegacia) é resultado desse tipo de política econômica. Com os recursos economizados conseguimos fazer essa reforma como esta, que não foi uma simples reforma. Foi uma reconstrução da antiga Delegacia", destaca. 
RILMAR FIRMINO
Firmino e Jansen foram entrevistados, para prestar contas das ações de Segurança Pública no Estado, no programa "Bastidores do Poder" apresentado por Paulo Zildene, na  rádio Educativa FM, em Capanema, com transmissão para mais de 65 municípios paraenses. Segundo o delegado-geral, Rilmar Firmino, a Região do Caeté, onde está situada a cidade de Peixe-Boi, abrange 16 municípios com um total de mais de meio milhão de habitantes nessas cidades. Todos os municípios da regional, explica Firmino, recebera, investimentos do Governo do Estado, entre os quais, investimentos na Polícia Civil. "Reformamos e ampliamos unidades policiais e construímos também. Construímos Unidades Integradas Propaz (UIPPS) em cidades como Quatipuru, Cachoeira do Piriá, Nova Esperança do Piriá, Capitão Poço e Viseu. Estamos agora construindo uma UIPP em Primavera, que está praticamente pronta, e reformamos todas as Unidades Policiais dessa região", destaca Firmino. 




RILMAR FIRMINO EM ENTREVISTA À RÁDIO EDUCATIVA EM CAPANEMA
Nessa região, ressalta o delegado-geral, o Governo do Estado investiu apenas na estrutura da Polícia Civil, em sete anos, mais de R$ 14 milhões. Aliado a isso, salienta Rilmar Firmino, a Polícia Civil na região vai ser beneficiada com novos policiais civis. "Até o dia 20 deste mês, o Governo do Estado vai nomear 500 novos policiais civis, entre escrivães, investigadores e papiloscopistas, e a partir do final de fevereiro, teremos mais 150 novos delegados de Polícia", explica. Com os novos policiais civis aprovados após concurso público, ressalta o policial civil, cada município do Estado do Pará vai contar com um delegado de Polícia. "Vamos ter um incremento na Polícia Civil de, em torno de 25 porcento novos policiais civis, ainda este semestre. Isso é um fator preponderante que vai ajudar a melhorar nossa prestação de serviço à sociedade como também a investigação policial", destaca. 

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA DESARTICULAR ESQUEMA CRIMINOSO EM BREVES

A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira, 4, uma operação policial denominada "Lobo Mau" para desarticular um esquema criminoso que envolvia pessoas ligadas a uma empresa correspondente bancária, em Breves, na Ilha do Marajó. A prática criminosa, caracterizada como estelionato, teve como vítimas aposentados, cujos dados pessoais foram usados ilegalmente por essas pessoas para realização de empréstimos consignados indevidos que eram descontados nos contracheques. 



A equipe de policiais civis da Superintendência Regional do Marajó Ocidental, sob comando do delegado Artur Carlos Junior, deu cumprimento a mandado de busca e apreensão na sede da empresa, localizada no bairro Centro de Breves. Durante a buscas, foram apreendidos computadores e documentos. A operação contou com apoio dos investigadores Diogo Torres e Alexandre Souza e do escrivão Rafael Sampaio. 

Os policiais civis encontraram dezenas de documentos pessoais de aposentados, cartões de créditos e respectivas senhas, além de muitos contratos celebrados por pessoas analfabetas em que constavam somente as firmas a rogo dos contratantes e/ou somente as digitais deles. As investigações foram iniciadas há meses após os registros de boletins de ocorrência sobre o crime supostamente praticado por representantes da empresa. 


De acordo com o delegado Artur Carlos Júnior, os boletins de ocorrência davam conta de empréstimos consignados indevidos feitos nas contas de aposentados que, em maioria eram analfabetos e residiam em localidades na zona rural de Breves. Segundo o delegado, as investigações continuarão. Os computadores foram remetidos ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves em Belém e as documentações apreendidas passarão por análises da equipe de analistas.

PRESO ACUSADO DE MATAR O PRÓPRIO PAI EM ALTAMIRA

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 4, em cumprimento a mandado de prisão por crime de homicídio, Willian Henrique Lopes de Araújo, 23 anos, acusado de matar o próprio pai, em Altamira, sudoeste do Pará. A prisão foi realizada na Rodovia Transamazônica, no centro do município de Uruará, também localizado no sudoeste paraense. A prisão foi cumprida pela equipe de policiais civis formada pelo delegado Mhoab Khayan, e investigadores Nilvaldino Barros, Tiago Tenório e Edmilson Moraes. A vítima do crime foi Hélio Lopes da Silva que foi morto pelo filho na Fazenda Santa Ruth, situada no Travessão do Monte Santo, no KM 24, zona rural de Altamira, no primeiro dia de 2018. 

PRESO
As investigações mostraram que o crime ocorreu, por volta de 7h30 da manhã, quando Willian Henrique matou o seu pai com um tiro de espingarda calibre 32. O disparo atingiu a região torácica da vítima que morreu no local. Testemunhas relataram que Willian Henrique, após ter ingerido bebidas alcoólicas na virada do ano, pediu emprestada ao pai a motocicleta de propriedade da vítima. Porém, Hélio da Silva teria dito que não iria emprestar o veículo ao filho que estava embriagado. 

Por causa disso, Willian carregou um cartucho calibre 32, municiou uma espingarda e efetuou o tiro no pai. Em seguida, Willian Henrique saiu em fuga levando a motocicleta da vítima rumo à região de mata da Fazenda Santa Ruth. O delegado representou junto à Justiça pela prisão preventiva de Willian Henrique. A ordem de prisão foi deferida pelo Poder Judiciário e o acusado passou a ser procurado pelos policiais do município. Willian Henrique foi capturado, por volta de 12h30, no centro da cidade de Uruará. Com Willian, foi apreendida a motocicleta que pertencia à vítima. Ele vai permanecer preso à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL PRENDE FORAGIDO E COMPARSA POR TRÁFICO DE DROGAS EM URUARÁ

A Polícia Civil recapturou, nesta quinta-feira, 4, em Uruará, sudoeste do Estado, o foragido Luciano Oliveira Moraes, que cumpria pena no Presídio Regional de Altamira, por crime de tráfico de drogas, mas que havia fugido do local há quase sete anos. A prisão dele foi resultada após levantamentos de informações repassadas à equipe de policiais civis do município de Uruará comandados pelo delegado Walison Damasceno. No momento da prisão, ele e um comparsa foram flagrados com drogas e autuados em flagrante por tráfico de entorpecentes. 


Conforme o policial civil, as informações eram de que havia, em uma residência no bairro Mini Indústria, um ponto de venda de drogas e que, no local, poderia estar escondido um foragido. Dessa forma, explica o delegado, a equipe de policiais civis foi até o endereço e, após cercar a casa, conseguiu efetuar a prisão de Luciano Oliveira Moraes. Na residência foi preso também Ramilton de Oliveira Pires em flagrante por tráfico de drogas. 

No local, foram encontradas substâncias entorpecentes, do tipo maconha e pedras de crack, além de munições de arma de fogo intactas. Durante averiguação no telefone celular dos presos, os policiais encontraram mensagens referentes à compra e venda de drogas. Ambos foram autuados pelo crime de tráfico de drogas e posse de munição. Luciano fugiu do presídio em Altamira em 16 de outubro de 2011, quando, na ocasião, oito detentos também fugiram por um túnel. Todos os presidiários estavam, na ocasião, respondendo por seus crimes em regime semi-aberto determinado pela Justiça.

POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE ENVOLVIMENTO EM LATROCÍNIO EM ABAETETUBA

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 4, em cumprimento a mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, o acusado Alessandro Silva Costa, conhecido como Sandro, apontado como um dos autores do crime de latrocínio (roubo seguido de morte), em Abaetetuba, nordeste do Estado. A vítima foi Marcelo Barros Xavier, morto em 22 de novembro do ano passado, durante assalto em sua residência, no município. 

PRESO
As investigações continuam, pois outras pessoas estão envolvidas no crime. A prisão foi realizada por volta de 15h30 pela equipe de policiais civis da Superintendência Regional do Baixo-Tocantins composta pelos investigadores Ângelo, Nonato, Jacemir e Denilson. 

Segundo o delgado Alexandre Clós, titular em exercício da Superintendência, a vítima foi morta por esfaqueamento, após ter sido surpreendida pelos bandidos que, mediante arrombamento da porta e de uma janela do imóvel, invadiram a casa em que dormia a família de Marcelo. Na época, o crime teve grande repercussão na cidade, já que a vítima era pessoa de bem. O preso vai ficar recolhido à disposição da Justiça.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR PRENDEM HOMEM QUE TENTOU MATAR O IRMÃO APÓS SER ATACADO POR PIT BULL EM RURÓPOLIS

As Polícias Civil e Militar prenderam em flagrante, nesta quarta-feira, dia 03, Antonio Erionilson Santos Silva, de 38 anos, no município de Rurópolis, sudoeste do Pará, pelo crime de tentativa de homicídio. O acusado atirou contra o próprio irmão, Ezequias dos Santos Silva. De acordo com o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Unidade Integrada Propaz (UIPP) do município, o acusado estava bêbado e usou uma espingarda do tipo ar comprimido modificada para cometer o crime. Antonio Erionilson foi preso em um posto de saúde do município, quando recebia atendimentos médicos.

ARMA USADA NO CRIME
Segundo o delegado, o crime teria acontecido após Antonio Erionilson ter sido mordido por um cachorro da raça Pit Bull que pertencia a Ezequias dos Santos. "Com raiva do cachorro, ele quis matar o animal e o dono do cachorro tentou impedir", explica o delegado. Em seguida, Antonio Erionilson pegou a espingarda e disparou contra Ezequias dos Santos. O acusado teria escondido a arma na casa do próprio pai e se dirigido a um posto de saúde, para tratar os ferimentos. Foi nesse local que ele acabou preso. 

Antonio Erionilson informou aos policiais sobre o paradeiro da espingarda. Policiais civis e militares foram até a residencia e apreenderam a arma. A espingarda foi adulterada para calibre 22. Além da espingarda, os agentes encontraram um cartucho calibre 22, que estava deflagrado. A arma foi apreendida e encaminhada para análises periciais. Antonio Erionilson já está recolhido à disposição da Justiça e responderá pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado, porte de arma de fogo e disparo de arma de fogo.

POLÍCIA CIVIL HOMENAGEIA OS 74 ANOS DE ANANINDEUA


terça-feira, 2 de janeiro de 2018

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA PREVENIR CRIMES EM RURÓPOLIS

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (2) os resultados de uma operação de repressão ao crime em Rurópolis, sudoeste do Pará. Com caráter preventivo e repressivo, a ação policial teve por meta coibir práticas delituosas no município. Estiveram em atuação no município equipes de policiais militares, sob o comando do tenente Roberto Scalabrin Lira, e de policiais civis sob coordenação do delegado Ariosnaldo Vital Filho. 


Durante a ação, foram realizadas várias abordagens e revistas em pessoas ao longo da virada do dia 31 de dezembro para dia 1º de janeiro, em veículos e bares, localizados nos bairros do município para prevenir práticas de crimes contra a integridade física ou à vida das pessoas ou crimes contra o patrimônio, como furtos, roubos e danos materiais. 

Segundo o tenente Roberto Scalabrin, as operações preventivas foram realizadas durante o período da manhã e prosseguiu durante a noite com a realização de barreiras de fiscalização e a operação Hypinus durante o período noturno. 

Conforme o delegado de Polícia Civil, Ariosnaldo da Silva Vital Filho, a Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Rurópolis, foi montada uma escala de plantão para atendimento de emergências. Antes da operação, os policiais mapearam os alvos da operação ao longo das rodovias BRs e nos bairros, onde foram deflagradas as diligências.