sexta-feira, 23 de junho de 2017

POLICIAIS CIVIS FAZEM ENTREGA DE DOAÇÕES DE ALIMENTOS PARA FUNDAÇÃO PESTALOZZI DO PARÁ

A Polícia Civil fez uma doação de 50 fardos de leite, nesta sexta-feira, 23, para a Fundação Pestalozzi do Pará, sediada na Avenida Almirante Barroso, bairro do Souza, em Belém. Os produtos haviam sido furtados e foram recuperados por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) durante as investigações do crime. A seguradora responsável pela carga decidiu não receber de volta os produtos e autorizou a doação do material apreendido. A entrega foi realizada pela manhã, na sede da instituição, por policiais civis da DRFR chefiados pelo delegado Ricardo do Rosário, titular da Divisão. 


A Fundação Pestalozzi do Pará é uma ONG (Organização não Governamental) de caráter filantrópico e de utilidade pública, que atua há 56 anos no Pará, em atividades voltadas à educação de pessoas com problemas cognitivos, deficiência mental e múltipla deficiência (física e cognitiva), além de clientela de pessoas com necessidades educacionais especiais.

Segundo o delegado, além da Fundação Pestalozzi do Pará, outras fundações serão beneficiadas com produtos alimentícios não-perecíveis recuperados em operações policiais e que tiveram a doação autorizada pela seguradora responsável. Ao todo, a DRFR recuperou, durante a investigação, 180 fardos de leite que serão entregues a diversas instituições. 



POLÍCIA CIVIL VAI LEVAR ATENDIMENTOS GRATUITOS À COMUNIDADE DO PAAR EM ANANINDEUA NESTE FIM DE SEMANA

A Polícia Civil vai promover neste sábado e domingo, dias 24 e 25, de 8 horas da manhã às 18 horas, uma série de atendimentos gratuitos voltados à comunidade, em especial, às mulheres, que residem no Conjunto Paar e adjacências, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Entre os serviços estão emissões de carteiras de identidade, registros de boletins de ocorrência, pedidos de medidas protetivas às mulheres vítimas de violência doméstica, orientações jurídicas e sociais, palestras, corte de cabelo, limpeza de pele, exames rápidos de pressão arterial, glicemia e teste de HIV, entre outros. A programação será realizada na sede da creche municipal Valdete Lima Pinto, situada na Passagem do Arame, s/n, entre Avenidas Independência e Rio Solimões, no Paar. 

As ações são resultados do projeto "Mulher Respeitada é Mulher Empoderada" coordenado pela Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) da Polícia Civil em parceria com a Coordenadoria da Mulher de Ananindeua, Conselho Municipal da Mulher, Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM) e Fórum de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher (FEV) de Ananindeua. 


Essa será a quarta vez que o projeto leva os serviços à comunidade de Ananindeua. O projeto já passou pelos bairros do Icuí-Guajará, nos dias 20 e 21 de maio; Maguari, nos dias 27 e 28 de maio, e Distrito Industrial, nos dias 10 e 11 de junho. Nas três ações, foram realizados 1.637 atendimentos diretos à comunidade. No sábado, 24, de 8 horas ao meio-dia, serão realizadas as ações sociais com previsão de emitir cerca de 100 de carteiras de identidade, além de prestar encaminhamentos, solicitar medidas protetivas, prestar orientação jurídica, entre outros serviços. A programação prossegue durante a tarde e ao longo do domingo, dia 25, até as 18 horas, com atendimentos diversos. 

Entre eles, a Delegacia Móvel, com presença de equipes de policiais civis femininas da Delegacia da Mulher de Belém, para registrar boletins de ocorrência, recebimento e apuração de denúncias de casos de violência doméstica contra a mulher. O projeto é voltado também a atender aos homens e jovens. "Vai haver corte de cabelo, serviços de embelezamento feminino, e também atendimentos médicos rápidos, como medição de pressão arterial e teste de HIV. No evento, serão realizadas também palestras sobre o combate à violência doméstica contra a mulher", detalha a delegada Aline Boaventura, titular da DAV. A delegada explica ainda que o projeto visa atender as demandas de mulheres do município até a inauguração da Delegacia da Mulher de Ananindeua previsto para ocorrer no final do ano, após o ingresso de novos policiais civis com o encerramento do atual concurso público.